6.7.06

Semente de loucura


Na alvorada do século V, o cristianismo expandia-se por toda a Europa, fazendo progressivamente desaparecer todas as formas de politeísmo...
Pouco a pouco substituídas, as velhas crenças desapareciam...
Faerie iria desvanecer-se e ser para sempre esquecida...
No ponto mais profundo da floresta de Broceliande jogou-se então uma singular partida de xadrez, no termo da qual Merlin, o Feiticeiro, cedeu a sua alma ao Diabo...
Em troca, o Mago Maravilhoso conseguiu que os homens pudessem lembrar-se de Faerie...
É por isso que, de uma certa forma, conservamos a nossa capacidade de sonhar...
E que continua a germinar nos jardins dos nossos corações...
Uma preciosa
semente de Loucura !
Thomas Mosdi & Civiello in Semente de loucura (vol.4 - O Rei sem coração)

1 Posfácios:

Blogger Miau escreveu...

A imagem é linda e fiquei curiosa em relação ao texto. A parte destacada... sorridente. *

24/9/06 22:31  

Enviar um comentário

<< Home