21.10.06

Gostava de ser quem era


Tinha alegria nos olhos
Tinha sorrisos na boca
Tinha uma saia de folhos
Tinha uma cabeça louca
Tinha uma louca esperança
Tinha fé no meu destino
Tinha sonhos de criança
Tinha um mundo pequenino
Tinha toda a minha rua
Tinha as outras raparigas
Tinha estrelas tinha a lua
Tinha roda de cantigas
Gostava de ser quem era
Pois quando eu era menina
Tinha toda a Primavera
Só numa flor pequenina
Amália Rodrigues in Amália, fados, poemas e flores

3 Posfácios:

Blogger Mikas escreveu...

Eu também gostava de ser quem era e que as pessoas voltassem a ser quem eram *

21/10/06 14:29  
Blogger Miau escreveu...

É isso mesmo. *

22/10/06 15:58  
Blogger Mariana escreveu...

Saudades de tudo o foi e deixou de ser. Saudades dos que foram e já não são. Saudades de nós mesmos... É destas coisas que é feito o tempo.

Beijinho.

Adorei o teu canto.*

23/10/06 16:45  

Enviar um comentário

<< Home