25.8.09

O presente que já passou


[...]
As informações que o nosso cérebro capta através dos cinco sentidos circulam a 300km/hora.
É a velocidade de condução das fibras sensoriais, a dos impulsos propagados no nosso corpo.
Li isto numa revista sobre saúde, quando esperava por Manfred num bar, em frente às pequenas instalações do C.I.C.V.
300 quilómetros/hora, parece rápido, mas...
Fiz os cálculos:
Se tivermos em conta que os nossos olhos estão a uma dezena de centímetros do cérebro, isso representa 0,0012 segundos. 12 dez mil avos de segundo. É muito pouco, mas significa que tudo o que percebemos pertence já ao passado (sem contar com o percurso da luz entre o objecto e a nossa vista). Tudo o que julgamos viver no presente já passou, 0,0100 ou 0,0150 segundos para uma sensação táctil. Será que é ali que Ela mora? Ali, no instante presente?
[...]
Cosey in Ela ou Dez Mil Pirilampos

3 Posfácios:

Blogger Papagaio Mudo escreveu...

e o passado ainda está pra chegar

abs,

Gustavo

25/8/09 18:06  
Blogger J M Ferreira escreveu...

Olá!
Palminhas!
A produção está a normalizar? É que, dizem, a crise está a passar!
Até fiz rima...
Gosto muito deste texto.
Muito interessante.
Bjs.

JM Ferreira

27/8/09 22:16  
Blogger J M Ferreira escreveu...

Passei por aqui, como costumo fazer com alguma regularidade.
E posso fazer uma pergunta?
Quando é que isto sai do sítio?

12/12/09 18:08  

Enviar um comentário

<< Home