10.2.06

Momento

Eu já não sei o que digo
e, até, nem sei quem sou,
ando errante pela rua
e, atrás dos outros, vou.

Onde é que eles me levam?
Não sei e pouco me importa,
eu caminho, caminhando...
Serei viva ou serei morta?

Sopra uma brisa leve
que me ajuda a caminhar
e eu, embalada vou,
como a nuvem vai no ar.

O sol, então, aparece
e assim desperta a mente
eu, sou aquilo que sou,
eu, já voltei a ser gente!
Isabel Aresta in De Mãos Abertas...

3 Posfácios:

Blogger Pedro Miguel [Kephas] escreveu...

Sermos...

Dignos de Sermos Gente.

Sempre a luz, no nosso caminho!

Bom fim de semana.

Beijos
Pedro moza

11/2/06 12:56  
Anonymous Maria João escreveu...

Eu era mais gente se estivesse estado presente no sábado... Senti falta.

Beijinhos (gosto imenso do teu blog, venho cá muitas vezes! =) )

14/2/06 22:29  
Blogger Eu Mesma. escreveu...

'Sopra uma brisa leve
que me ajuda a caminhar
e eu, embalada vou,
como a nuvem vai no ar.'


é bom sentir essa brisa quando o ar parece abafado demais para nos deixar caminhar...

aparece lá pelo blog, gostei de te ver por lá! =) *

15/2/06 00:20  

Enviar um comentário

<< Home